Notícias de União e Região

BURACOS QUE NÃO ACABAM MAIS

O acúmulo de buracos nas ruas de União tem causado prejuízo a motoristas e risco de acidentes. Rodas danificadas, invasão de pista contrária para desviar das imperfeições e improvisação de moradores para amenizar os problemas, o assunto é um dos principais motivos de reclamações dos moradores da cidade.

Em várias ruas, os próprios moradores jogam restos da construção ou entulho nos buracos como solução paliativa. Em plena Avenida Filinto Rêgo, a principal da cidade, os motoristas precisam fazer zigue-zague para desviar das aberturas na pavimentação, em alguns casos os motoristas chegam a desviar pela pista contrária.

ser um tapa buracos, virou um cria buracos na Avenida Filinto Rêgo

Na Rua 7 de Setembro, uma faixa foi tomada por uma cratera — Na Rua Benedito Craveiro, na altura da escola Maria de Lourdes Craveiro, o buraco tomou conta da rua( o buraco se formou durante o período chuvoso de 2017), justamente no local fica um bueiro. Nem sequer um cavalete foi colocado para alertar os motoristas, atualmente devido a REINAUGURAÇÃO da escola citada acima, a prefeitura jogou uma carrada de Piçarra no local.

Nas mais diversas ruas da cidade, muitos transeuntes já foram vítimas de incidentes seja por causa dos buracos ou até mesmo devido as pedras soltas, que representa os maiores riscos.
Os prejuízos são incalculáveis, que vão de amortecedores, a aros quebrados ou empenhados.

“No primeiro incidente, fui desviar de um buraco, acabei caindo em outro, amassou a roda. No segundo, a roda chegou a trincar. Fui, coloquei uma roda nova, foi e amassou as duas em menos de um mês”, relata um mototaxista da cidade.
Há casos em que os buracos existem desde do ano de 2017 e até hoje nunca foram sequer sinalizados.
Enquanto as ruas se acabam se tornando verdadeiras crateras e dando prejuízos a população, a prefeitura municipal investe em mídia onde tenta mostrar que tudo na cidade está às mil maravilhas.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: