Notícias de União e Região

Pi-112: vinte metros de dor de cabeça.

A rodovia Estadual PI-112, estrada que liga a capital Teresina aos municípios de União, Miguel Alves e a região norte do estado, foi mais uma vez interditada por um grupo de moradores e outras pessoas que passam diariamente pelo local.

A manifestação foi feita na altura da Escola Santo Afonso Rodriguez, bairro Socopo, no local foram queimados pneus e outros materiais a fim de não permitir a passagem dos veículos, excelente ambulâncias.

O motivo seria a demora na conclusão da duplicação de um trecho da rodovia. Em junho de 2018, depois uma grande manifestação e da pressão popular, a obra foi retomada e, na ocasião o DER deu o prazo  para conclusão até o mês de agosto de 2018. 

Como palavras ao vento,  até o momento a obra permanece inconclusa e a população que vivem no entorno e quem trafega diariamente cobra providências do poder público. 

A obra foi orçada em R$ 3.799.239,95. O financiamento foi feito pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), sob responsabilidade do Departamento de Estradas de Rodagens (DER),

“Nós somos moradores da região. Estamos protestando por conta de uma obra que iniciou aqui há quase cinco anos e nunca foi concluída. Foi retirado o asfalto para a construção de uma galeria e posteriormente ampliar a Avenida e eles não fizeram. 

As máquinas do canteiro de obras foram embora a mais de dez meses e depois disso só nos resta prejuízo com manutenção de veículos e assaltos, que são constantes. 

Para passar nesse  trecho de vinte metros temos  que reduzir a velocidade devido aos buracos que se formaram no local onde eles retiraram o asfalto e colocaram piçarra. Tem tanto buraco na parte onde eles retiraram o asfalto, que já teve até batida de carro aqui”.

O programa bom dia PI da tv clube, mostrou uo vivo a situação, veja o vídeo abaixo:

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: