Notícias de União e Região

Equatorial Piauí patrocina projetos culturais e garante programação teatral

O Grupo Harém de Teatro conhece bem o palco do 4 de Setembro

Grupo Harém de Teatro

Grupo Harém de TeatroFoto: Divulgação

Palco centenário de apresentações culturais locais, nacionais e internacionais, o Theatro 4 de Setembro integra um complexo cultural no coração de Teresina, composto ainda por Clube dos Diários, Praça Pedro II e Central de Artesanato Mestre Dezinho. Em 2020, a casa de espetáculos receberá patrocínio da Equatorial Piauí. A Distribuidora vai apoiar, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, a renovação técnica do teatro proposta pela Associação dos Amigos da Arte e Cultura.

“O projeto apresentado ao SIEC, contemplado com o patrocínio da Equatorial, trata da modernização e readequação tecnológica do aparato cênico de luz, som e segurança do Theatro 4 de Setembro, equiparando o palco mais tradicional do Piauí à teatros de grandes centros do país. Nós, enquanto proponentes patrocinados, aplaudimos de pé esse espetáculo de amor à arte e à cultura que a Equatorial, por meio do SIEC, nos proporciona”, afirma Jone Clay Macedo, presidente da Associação de Amigos da Arte e da Cultura do Piauí.

“O financiamento de projetos culturais através da Plataforma E+ Cultura já é consolidado nos estados onde o Grupo Equatorial está há mais tempo e, no Piauí, em menos de dois anos de atuação, a empresa entra em cena para se firmar como uma das maiores patrocinadoras da arte local. Como forma de ampliar o acesso à cultura, vamos apoiar iniciativas de norte a sul do estado, nos mais variados segmentos, investindo mais de R$ 6 milhões”, diz Joaquim Milhomem, Gerente de Relacionamento com o Cliente da Distribuidora.

O Grupo Harém de Teatro conhece bem o palco do 4 de Setembro. Com mais de três décadas de história, a trupe conquistou o público com espetáculos que já se tornaram clássicos do teatro piauiense, como Raimunda Pinto, Sim Senhor!; Um Bico Para Velhos Palhaços e A Casa de Bernarda Alba. O Grupo também receberá patrocínio da Equatorial Piauí neste ano. A empresa vai investir no Projeto Harém 35 anos, que levará peças para diversos bairros de Teresina, além de realizar oficinas teatrais de direção, interpretação, corpo e movimento.

“Neste momento de calamidade, em que as artes estão paradas, os artistas estão em casa, muitos deles precisando ganhar um dinheiro para sua sobrevivência. Por isso que é importante iniciativas como essa da Equatorial, dando uma energia na cultura piauiense com esse apoio aos projetos aprovados pelo SIEC. É de fundamental importância para a manutenção da preservação da arte e da cultura feita no Piauí”, declara o ator Francisco Pellé, um dos fundadores do Grupo Harém de Teatro. 

O interior do estado também será contemplado com projetos teatrais patrocinados pela Equatorial Piauí em diversas cidades, como São Gonçalo do Piauí e Corrente. Na região do litoral, o Coletivo Cabaça recebe apoio para o Balaio Cênico, que contempla cursos de formação e exibição de espetáculos em Parnaíba. Já na cidade de Floriano, o apoio é destinado ao 9º Festival de Teatro do Piauí e para o espetáculo Manual Prático de Felicidade, do Grupo Cultura de Rua.

Relação dos projetos patrocinados pela Equatorial Piauí em anexo neste e-mail

Fonte: Ascom Equatorial

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: