Notícias de União e Região

Policial negro aposentado é morto durante atos nos EUA

Um capitão aposentado da polícia de St. Louis foi baleado e morto em frente a uma loja de Penhores, região norte de St. Louis, nos Estados Unidos, nesta terça-feira (2). O crime teria acontecido durante uma ação de saqueadores, como parte de uma noite violenta na cidade em razão dos atos ocorridos após a morte de George Floyd.

O tiroteio aconteceu no Lee’s Pawn and Jewelry, quarteirão 4100 da Dr. Martin Luther King Drive, perto da fronteira dos bairros Vandeventer e The Ville, durante a madrugada. Para a imprensa local, o Departamento de Polícia Metropolitana de St. Louis disse que policiais chegaram no local e encontraram David Dorn, de 77 anos, caído na calçada com um ferimento de bala no torso.

A loja foi saqueada, disse a polícia. Dorn foi declarado morto no local. “Uma das pessoas assassinadas na noite passada foi um capitão aposentado da cidade de St. Louis”, twittou a Sociedade Ética da Polícia. “Ele foi assassinado por saqueadores em uma loja de penhores. Ele era o tipo de irmão que daria a vida para salvá-los, se fosse necessário. Violência não é a resposta, seja um cidadão ou um oficial.”

O chefe de polícia de St. Louis, John Hayden, fez questão de lembrar de Dorn em uma entrevista coletiva, enquanto ele e outros líderes de St. Louis discutiam o caos que ocorreu no centro da cidade depois que um dia de protestos pacíficos deu lugar a violência e saques.

“David Dorn estava exercitando o treinamento de aplicação da lei que ele aprendeu aqui. Então, em sua homenagem, estamos usando nosso distintivo de luto”, disse Hayden.

“… David Dorn era um bom capitão. Muitos de nós, oficiais mais jovens, o admiravam. Tão bem quisto e muito agradável. E a esposa dele ainda trabalha aqui, um momento muito triste para a nossa agência. Vamos honrá-lo”, acrescentou.

Dorn se formou na academia de polícia em maio de 1970. Ele foi designado para a divisão de apoio à patrulha quando se aposentou do SLMPD em outubro de 2007, segundo um porta-voz da polícia.

O Sr. RM Fraction, capelão da polícia da polícia de St. Louis, lembrou memórias com Dorn ao longo dos últimos 20 anos.

“Ele fez muito para treinar oficiais mais jovens para serem melhores do que eles”, disse ele.

FONTE: Conexão Política

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: