Notícias de União e Região

Nucleação: vantagens, prejuízos ou interesse particular?

Isso tá certo?

É muito difícil de compreender: 

A prefeitura paga milhões no transporte escolar para levar estudantes de uma localidade para  outra, mas dizem que manter uma escola funcionando com 8 ou 10 alunos é prejuízo.

Não seria mais prático afirmar que:  com uma escola funcionando com 8 alunos não dah pra desviar recursos, mas pegar estudantes de uma localidade para outra dah pra fazer desvios…

Escolas abandonadas ou vandalizadas e que poderiam estar servindo para outras práticas para as comunidades.

Essa prática de tirar estudantes de suas localidades de residência e levar para outras distantes, se iniciou na administração do ex prefeito Zé Barros, onde escolas de algumas comunidades foram fechadas e seus estudantes realocados em outras escolas, alguns anos depois,o prefeito eleito De. Paulo Henrique, deu seguimento a ação soque de forma mais famigerada.

Documento do ministério público

Em 2018, a prefeitura de União, implantou um polêmico processo de nucleação escolar no município. O objetivo inicial previa o fechamento de 35 escolas (praticamente a metade as escolas da zona rural). Tal projeto enfrentou forte resistência das comunidades e principalmente das autoridades locais. A revolta foi geral em todas as comunidades. Mesmo assim, o prefeito seguiu com o plano! Mas foi chamado a dar explicações ao Ministério Público local.

Escolas fechadas com a promessa de que o espaço seria utilizado para outras práticas em prol das comunidades. Comunidades Cantinho, Patucy entre outras tiveram suas escolas abandonadas.

Escola da localidade Patucy, fechada pelo prefeito Paulo Henrique.

Os estudantes do Cantinho foram remanejados para a escola da formosa, enquanto os moradores da localidade Patuci, que hoje, são obrigados a mandar seus filhos para a escola da Baixa Grande, enquanto que a escola da comunidade está abandonada e entregue a ação do tempo. Ao menos para a localidade Patuci, o acordo que a prefeitura fez (prometendo que o prédio seria utilizado para ouras finalidades sociais), não passou de bravata!

Em conversa com moradores de algumas localidades que tiveram escolas fechadas, ouve-se as mesmas lamentações:

“Seu moço quando vieram falar que ia fechar a escola, diseram que o lugar i servir pra comunidade, uns de nós disse que aqui os mais véi num sabe ler e escrever, que podia mandar uma pessoa pra ensinar agente a escrever ao menos o nome da gente”.

Hoje as escolas nucleadas estão abandonadas, cheias de mato e servindo de curral prós animais.

Enquanto isso, paga-se valores absurdos ao transporte escolar, onde não há nem sequer o conforto, onde muitas vezes as crianças caminham longas distâncias até a estrada onde passa o ônibus escolar, chegam em suas casas cansadas e com fome, pois na grande maioria das vezes a merenda é muito irregular.

O abandono é evidente em todas as escolas nucleadas, que sem uso, são vandalizadas e sofrem com a ação do tempo.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: