Notícias de União e Região

Bueiro rompe novamente entre as localidades Vai Quem Quer e Alto São José, zona rural de União

Bueiro rompeu na manhã desta sexta-feira,22

No período chuvoso do ano de 2017 e pelo abandono praticado pelo poder público municipal da cidade de União, obrigou os moradores da localidade Vai Quem Quer, a por conta própria, recuperar a única via de acesso à comunidade que havia rompido em Março de 2017. Cansados de esperar pela prefeitura, a população realizou um mutirão para improvisar a passagem molhada que existia no local e foi arrastada pelas águas em 2017.

Moradores improvisaram uma ponte para poder se deslocar entre as localidades

Mais de ano após o rompimento em Agosto de 2018, a prefeitura municipal enviou uma equipe para refazer o acesso, mas como tudo que é feito pela prefeitura municipal aparentemente tem data de validade a obra de recuperação da passagem não resistiu e nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira (22/03) rompeu novamente. A força da água arrastou parte das manilhas que estavam servindo de Bueiros no local.

No rompimento da mesma passagem molhada em 2017, os moradores se viram obrigados a tomar uma atitude após as fortes chuvas e a inércia da prefeitura de União, Usando pedaços de tábuas e outras matérias-prima locais construíram uma passagem que pelo menos os permitisse que os moradores e estudantes pudessem passar.

A qualidade da obra chegou a ser questionada durante a construção.

Imagem de dias atras mostra o local do rompimento, não tomar o cuidado de construir as cabeças do Bueiro

Um morador que não quis se identificar, fez um desabafo – ” Eu havia comentado com amigos que tinham colocado manilhas de pequenas proporções para esse Bueiro e não tinham sido feitas as cabeças do Bueiro, pois a força da água nesse local é muito grande. Tem que fazer um trabalho de qualidade! Aqui podemos dizer que foi literalmente por água abaixo”, contou.

Além de gastar recursos públicos numa obra que gerou prejuízo, o prefeito não teve a decência, humildade e compromisso de fazer algo paliativo para amenizar a situação dos moradores, mostrando o descaso e falta de preocupação com o bem-estar do povo da localidades Vai Quem Quer e adjacências

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: