Notícias de União e Região

Prefeitura de União faz parceria com grupo suspeito de exercício ilegal da medicina

A prefeitura de União, PI – 56Km da capital, fez parceria com um grupo suspeito de exercício ilegal da profissão para a realização da “Semana de Saúde da Visão”. Um mutirão que se propunha inicialmente oferecer consultas de vista grátis. O Mutirão estava acontecendo nas dependências do Posto de Saúde, Luiz Pinheiro (Nossa Senhora das Graças), e deveria seguir até amanhã, 03/08. Mas na manhã desta quinta feira, 02/08, moradores desconfiaram dos procedimentos ao observarem que após a realização da consulta, o paciente era direcionado para a compra dos óculos que estava sendo vendido pela mesma empresa que realizava as tais consultas “grátis”. Diante da desconfiança os próprios moradores acionaram a polícia.
Ao chegar ao local, a polícia constatou a veracidade da denúncia. De acordo com o Delegado local, Ricardo Lemos, a denúncia dava conta de que ao menos duas pessoas estariam se passando por oftalmologistas, inclusive prescrevendo receita. Os dois supostos médicos foram levados para o 20º DP para a realização de Termo de Ajuste de Conduta. O caso agora será encaminhado à Justiça.
O curioso é que o mesmo grupo – Associação Brasileira de Combate à Cegueira (ABRACCE), já havia sido impedido pelo Conselho Regional de Medicina, de realizar a mesma prática na Cidade de Floriano, em 27 de julho do corrente ano. Mais curioso ainda, é o fato do prefeito de União, ignorar o que havia acontecido em Floriano.
De acordo com a nota do CRM, a prática da ABRACCE, em Floriano fere o artigo 2º, Lei N 3.268/57; por colocar em risco a saúde dos pacientes, visto que os profissionais não tem o devido preparo para realizar tais procedimentos.

Em União o caso teve grande repercussão. Segundo informações, a polícia teria chegado ao local, no momento em que o prefeito acompanhava a realização do mutirão. A ação da polícia chamou a atenção dos curiosos.

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: