Notícias de União e Região

Escoamento da cana de açúcar: Excesso de carga tem provocado transtornos na zona rural de União

Várias rurais comunidades de União estão enfrentando diariamente os transtornos da falta de energia elétrica. A falta de energia se dar por que os veículos que transportam a cana, estão circulando com excesso de carga. A carga é tão grande que chega a derrubar fiação elétrica, deixando várias comunidades sem luz elétrica. A localidade Patuci, zona rural próximo à Baixa Grande é um dos locais mais afetados. De acordo com a dona de casa, Cristina Abreu, chega a faltar energia em média 3 vezes ao dia. “Aqui no Patuci os carros que transportam cana não passam, mesmo assim sofremos as consequências. A rede elétrica que atende nossa comunidade é lá da Baixa Grande e lá toda vez que passa um caminhão carregado de cana danifica a rede elétrica que atende nós aqui do Patuci, a carrada é tão grande que as pontas de cana encostam na rede de alta tenção, o que provoca a falta de energia. Que custo tem esse pessoal ter um pouco mais de cuidado! Será que eles acham é bonito o povo ficar sem energia por causa da ambição deles?”, desabafa Cristina Abreu.

Foto via WhatsApp: carreta derruba placa de sinalização do DER – PI 112, próximo à entrada para Lagoa Alegre. Pelo volume de carga mostrado na foto, é visível que há um exagero no volume de carga transportada.

A reclamação dos moradores da localidade Patuci, não é um fato isolado. Na manhã de quarta feira, 30/10, um veículo que transportava cana derrubou uma placa de sinalização do DER – na PI 112, próximo à ponte do Riacho do Rais. O incidente chegou a provocar uma obstrução no transito nos dois sentidos da pista. O que aconteceu com a placa de sinalização sobre a PI 112 foi provocado exatamente por causa do volume exagerado na carga transportada. O excesso de carga tem provocado vários tipos de transtornos! Muita cana fica derramada na pista, o que termina atraindo animais como jumentos e até gado. No dia 29/10 a poucos metros da placa destruída uma senhora conduzindo uma motocicleta colidiu com um animal que estava comendo a cana na pista; a mulher teve fraturas em num braço e numa perna.

Nesse período de escoamento da produção da cana, trafegar pela PI 112 exige cuidados redobrados, até por que, não existe nenhuma fiscalização que limite o volume de carga transportada, a própria estrada tem suas deficiências, tais como sinalização precária, falta de manutenção do acostamento e até buracos na pista, muitos buracos, principalmente na alça viária, um trecho de aproximadamente 5 km. A alça viária passa por dentro do Residencial Santa Helena. Quanto à falta de energia provocada pelos veículos, a falta é mais frequente nas localidades: Patuci, Baixa Grade e Juá, na região norte. Problemas semelhantes acontecem no Divinópolis ao sul de União e a origem do problema é a mesma: excesso no volume de carga transportada.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: