Notícias de União e Região

Na canetada! Prefeito de União suspende desconto sindical dos Servidores Públicos Municipais

PH tem demonstrado irritação com a forte atuação fiscalizadora do SSPU, o prefeito parece estar de marcação com a Presidente do Sindicato dos Servidores, Lucélia Saraiva.

Na canetada! Prefeito corta desconto sindical e deixa SSPU sem recursos

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de União, é na atualidade e assim tem sido em outras gestões, o principal órgão fiscalizador das ações do poder executivo municipal. A forte atuação do SSPU, mais uma vez despertou a ira de um prefeito. Na canetada o prefeito, Paulo Henrique Costa – PSD, fez igual ao ex-prefeito do PT, Zé Barros, aliás, Zé Barros foi um dos responsáveis pela eleição de Paulo Henrique. PH tem demonstrado irritação com a forte atuação fiscalizadora do SSPU, o prefeito parece estar de marcação com a Presidente do Sindicato dos Servidores, Lucélia Saraiva. Em alguns eventos, o prefeito tem se referido a presidente do SSPU como uma rival política, ou seja, o prefeito acha que Lucélia tem pretensões políticas na próxima eleição. Daí a razão da queda de braço entre o prefeito e o sindicato dos servidores.

O vídeo acima é uma demostração do que vem acontecendo na administração municipal

Abaixo, um pouco da realidade na saúde pública de União

O SSPU vem acompanhando diariamente todas as ações da administração municipal e ao constatar qualquer irregularidade, encaminha as denúncias ao Ministério Público, Tribunal de Constas do Estado e outros órgãos, ao todo já são mais de 500 ações movidas pelo SSPU contra a gestão municipal. A equipe do Sindicato dos Servidores tem feito um trabalho quase diário, mostrando a situação de escolas, postos de saúde e outras situações. Mais do que mostrar tais situações, também protocola denúncias junto ao Ministério Público, Tribunal de Contas da União, Câmara Municipal e ao Tribunal de Contas do Estado. O SSPU tem mostrado sua força e credibilidade aos unionenses, isso tem gerado muitos incômodos à gestão municipal, tanto que, agora, veio o castigo! A folha de março, já foi paga sem o desconto do Sindicato, e não houve nenhuma comunicação prévia da parte da prefeitura informando sobre tal ato. Em 2012, o prefeito daquela época emitiu prévia comunicação informando da decisão de cortar o desconto sindical.

Ofício da gestão petista, 2012, informando previamente a suspensão do desconto sindical.
Projeto de Lei, da gestão do ex-prefeito Gustavo Medeiros incorporando o desconto sindical

Atualmente o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de União conta com mais de 900 associados, com o corte que o prefeito fez no desconto sindical, cada sócio terá que fazer sua contribuição voluntária ao SSPU. O que a gestão municipal espera, é que haja uma diminuição na contribuição sindical dos servidores e o consequente enfraquecimento do Sindicato da categoria. Mas o SSPU já passou por situação parecida, durante a gestão do ex-prefeito Zé Barros, que até hoje responde a vários processos e já foi condenado em outros a ponto de tirá-lo da disputa eleitoral de 2016. Naquela gestão, o prefeito fez o que agora está sendo feito pelo atual prefeito.  O filme se repete! Uma nova queda de braço está lançada.

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: