Notícias de União e Região

Dias, difícil situação do estado do Piauí, Wellington pode deixar servidores públicos sem 13º

Tem cheiro de calote no ar, fruto de estelionato eleitoral aplicado no povo do Piauí, principalmente nos servidores públicos estaduais que correm o risco de ficar sem o 13º salário

O ‘velho’ governador do Piauí enfrentou situações bem delicadas e vexatórias durante a corrida eleitoral. Por onde a comitiva do candidato Wellington Dias passava enfrentava vaias e protestos. Foi assim em Floriano, Nossa Senhora dos Remédios, Piripiri, Valença etc; mas ainda assim, Wellington ganhou de lavada.Wellington Dias parece que tem o poder de encantar o eleitor.

Passada a campanha eleitoral e após renovação do mandato, agora é hora de falar a verdade. Se o pagamento dos servidores do Estado do Piauí fosse hoje, não teria reserva para garantir dinheiro na conta, “NÃO TEMOS ESSA RESERVA” diz secretário de Fazenda, Rafael Fonteles durante entrevista a uma emissora da capital. O Blog Código do Poder repercutiu a entrevista. Confira!

O secretário de Fazenda, Rafael Fonteles (ex-diretor do Colégio CEV) declarou em entrevista para a TV Cidade Verde que não há reserva para pagar a segunda parcela do 13ª salário dos servidores estaduais do Piauí.

Porém, o secretário diz que todo ano é assim. Também garante que a equipe do governo do PT de Wellington está fazendo um forte contingenciamento de despesas para garantir o pagamento  entre os dias 17 e 20 de dezembro.

Espera-se que não repitam a improvisação e a correria que foi para pagar o 13º de 2015 (primeiro ano desse mandato), quando a equipe de Wellington Dias acabou fazendo o pagamento na base de pedalada. Primeiro mandaram as Ordens Bancárias e só dias depois fizeram o empenho e liquidação dos valores.  Documentos do TCE que o Blog Código do Poder teve acesso comprovam a pedalada fiscal.

FONTE: CÓDIGO DO PODER

Deixe uma resposta