Destaques

No aniversário da Cidade, prefeito dá um presente aos secretários

E um "bolo" nos servidores municipais. Secretários tiveram aumento de 50% aprovado na Câmara. Prefeitura negou reauste de 6,47% para os servidores, alegando que geraria um grande impacto nas finanças.

 

Às vésperas do aniversário da cidade, prefeito resolve dar um presente, não aos munícipes, mas aos seus secretários, na grande maioria, seus parentes. O reajuste aprovado na Câmara Municipal na noite de 14 de setembro, concede uma bonificação de 50% sobre o salário atual do primeiro escalão da PMU. O argumento usado para dar o aumento foi de que há 08 anos o salário de secretário não era reajustado, R$ 4.000,00 é o valor que cada secretário recebe, fora as diárias. A partir desse mês, cada secretário embolsará R$ 6.000,00; sem contar as diárias. Um verdadeiro presente aos secretários e um grande "bolo" nos servidores municipais, que tiveram reajuste negado!


Há meses o projeto do executivo tramitava na Câmara Municipal, mas a oposição vinha conseguindo protelar a votação, mas na ultima sessão o projeto entrou em pauta e finalmente aprovado. Como ultima tentativa a fim de evitar a sangria nos cofres púbicos, o vereador Eduardo Bacelar apresentou uma contra proposta de reajuste que visava conceder 6,47% para os secretários. O percentual pela oposição é o mesmo apresentado pelo executivo no início do ano, para os servidores municipais, mas o próprio executivo retirou o reajuste da pauta, alegando que as finanças municipais não suportariam o peso do reajuste – 6,47%. Ao apresentar a contra proposta, o vereador Eduardo, que faz oposição na Câmara foi taxado de louco pelos situacionistas, que alegaram que um reajuste de 6,47% para os secretários era um aumento irrisório. Dos 13 vereadores do município, Eduardo Bacelar, Junior Viana, Pedro Gomes e Gilson Medeiros votaram contra o reajuste de 50% aos secretarios; o vereador Junior Mota estava ausente da sessão, os demais vereadores votaram favoráveis ao aumento, para os secretários.


A média salarial dos servidores municipais, gira em torno de R$ 2.500,00; o reajuste de 6,47% significaria um aumento de cerca de R$ 161; no entanto, 50%, dado aos secretários, representam R$ 2 mil reais a mais na conta de cada um – fora as diárias, ou seja, juntando tudo, dependendo do secretário, o ganho mensal pode chegar a R$ 9 mil reais. E os servidores? Fica a pergunta no ar. O próximo passo será o aumento dos vereadores, do prefeito e do vice. Querem pagar para vê?

 

Fonte: Redação
Data publicação: 15/09/17, 12h42