Home / Destaque / PARABÉNS GINÁSIO FILINTO RÊGO, 61 ANOS DEDICADOS A FORMAÇÃO DE VARIAS GERAÇÕES DE CIDADÃOS UNIONESNSES

PARABÉNS GINÁSIO FILINTO RÊGO, 61 ANOS DEDICADOS A FORMAÇÃO DE VARIAS GERAÇÕES DE CIDADÃOS UNIONESNSES

Sede atual (Escola Filinto Rêgo)

COMO AMANTE DA HISTÓRIA ESTANHADENSE/ UNIENSE/UNIONENSE, NÃO PODERIA DEIXAR PASSAR DESPERCEBIDA UMA DATA TÃO IMPORTANTE….
PARABÉNS GINÁSIO FILINTO RÊGO..

FILINTO REGO: 61 ANOS DE HISTÓRIA
(uma história só se constrói com trabalho, competência, dignidade e compromisso. Todas essas qualidades o “Filinto Rêgo” possui, pois os resultados são a prova viva de tudo isso.)

Quem não conhece o antigo “Ginásio”, hoje Unidade Escolar “Filinto Rego”?
São mais de 60 anos de história (mais precisamente 61 anos) que jamais será esquecida pelos unionenses.

Criado no ano de 1957 por filhos de nossa terra preocupados com o bem estar daqueles mais carentes que não podiam continuar seus estudos em outras cidades e até mesmo em outros estados, reuniram-se com o mesmo objetivo criar uma fundação para através dela fundar o “Ginásio”, uma escola sem sede própria mas que iniciou suas atividades num prédio localizado em frente à Praça Marechal Deodoro – Praça do Mercado.
No ano de 1966 o Ginásio passou a ser uma instituição publica estadual, sendo que o governo estadual construiu um prédio próprio num terreno adquirido na época, situado à rua José Medeiros de Melo, onde funciona até hoje.
Durante toda essa trajetória muitas pessoas que se destacam na sociedade unionense, estadual e até mesmo por todas as partes deste grande Brasil: são políticos, médicos, advogados, engenheiros, empresários, artistas plásticos, escritores e muitos outros.
Portanto, uma história só se constrói com trabalho, competência, dignidade e compromisso. Todas essas qualidades o “Filinto Rêgo” possui, pois os resultados são a prova viva de tudo isso.

HISTÓRICO DO FILINTO RÊGO

Primeira sede do Ginásio Filinto Rêgo,1957

O Ginásio Filinto Rêgo, hoje denominado Unidade Escolar “Filinto Rêgo” foi criado por meio de uma Fundação(FUNDAÇÃO UNIÃO), pois naquela época não era de interesse do poder público criar uma escola que pudesse atender os unionenses de baixa renda (os pobres). Então, diante dessa necessidade a comunidade se organizou e se mobilizou para a partir daí criar essa Fundação denominada “Fundação União” .
Somente através dessa Fundação era possível criar uma escola que pudesse atender aos anseios da população unionense sem ter necessariamente nenhum vínculo com o poder público, já que essa não era uma preocupação do mesmo.
O Ginásio “Filinto Rêgo” tem seu nome em homenagem ao político unionense, o Coronel Filinto do Rêgo Monteiro (1886 – 1946), e foi criado pela Fundação União no dia 13 de junho de 1957, data em que até hoje é lembrada com muito carinho por todos aqueles que por aqui passaram e fizeram sua história, porém foi no dia 1º de março de 1958 que aconteceu o 1º exame de admissão.
O Ginásio “Filinto Rêgo” teve o Pe. Antonio José do Rêgo como primeiro diretor, sendo que o mesmo foi o responsável pela inscrição da escola no Ministério da Educação: o segundo diretor foi Dr. Olavo e seu vice o profº Antonio Martins da Rocha e o terceiro diretor titular foi o profº Antonio M. da Rocha que assumiu a direção do Ginásio no dia 14 de janeiro de 1959 até o ano de 1981. Atualmente o diretor é Profº Egnaldo da Silva Lopes que assumiu em janeiro de 2004 até a presente data.
A Fundação União foi a grande responsável pela criação do Ginásio, porém não se pode esquecer daqueles que foram seus verdadeiros idealizadores tais como: Carlos do Rêgo Monteiro, João Ozório Pires Mota, Jacira do Rêgo Monteiro, Lucimar do Rêgo Sobral, Gervásio Raulino da Silva Costa, Clarindo de Pinho Borges, Marcos Santos Parente, Antonio Medeiros Filho, Erasmo Felipe da Rocha, dentre outros que fizeram parte como membros daquela Fundação.
O Ginásio “Filinto Rego” funcionou inicialmente em prédio próprio num terreno comprado pela própria Fundação pelo valor de 90 réis, quantia esta doada pelos unionenses. Esse prédio ficava localizado à Praça Marechal Deodoro da Fonseca – hoje “Praça de Eventos” – e tendo funcionado naquele local até o ano de 1966.
Em 1966, o Ginásio foi transferido para um prédio público construído pelo governo do estado na gestão de Petrônio Portela Nunes. Contudo, a aula inaugural no prédio estadualizado só aconteceu no dia 1º de outubro de 1966 ministrada pelo professor Cláudio Francisco Ferreira que era na época inspetor federal.
O Filinto Rêgo é hoje uma das maiores escolas em estrutura física e fica situado à Rua José Medeiros de Melo, centro, com uma área de 1.812m2, construído pela construtora Lourival Parente.
Falar no Ginásio Filinto Rêgo faz lembrar seus primeiros professores: Clívia Boavista do R. Monteiro, Pe. José G. Alonso, Pe. Xavier, Haidée Costa Medeiros, Helena Conde Medeiros, Pedro Carvalho e Silva, Antonio Martins da Rocha, posteriormente diretor por vários anos, dentre outros.
As primeiras secretárias foram Maria de Nazaré Barros, Maria Alice Rego e Irene Reis da Rocha. Ainda como funcionários tiveram: Firisbela Rego (zeladora), Rosa Medeiros e Seu Raimundo. Dentre os funcionários mais antigos, ainda presta serviços no Ginásio o Zelador Chico Limeira.
Embora o Ginásio tenha sido fundado em 13 de junho de 1957 só teve sua autorização de funcionamento no dia 03 de junho de 1958 e sua estadualização através do Decreto lei nº 758 de 06 de junho de 1967.
Portanto, é preciso entender que a Unidade Escolar “Filinto Rêgo” já teve várias mudanças em sua estrutura física e no quadro de pessoal, pois hoje se pode contar com quase 60 funcionários, 11 salas de aula, 01 biblioteca, 01sala de coordenação, 03 depósitos (livros, merenda, material de expediente), 01 sala de professores, 01 secretaria, 01 diretoria, 01 área livre descoberta (pátio), 01 área coberta, 01 sala de digitação, 02 banheiros para alunos (masculino e feminino), 01 laboratório de informática  e 01 uma quadra poliesportiva coberta que recebeu o nome do Profº Antonio Martins da Rocha.

COMPARTILHE:

Veja Também

ADH E CAIXA ASSINAM CONTRATO PARA CONSTRUÇÃO DE CASAS EM UNIÃO E MAIS QUATRO MUNICÍPIOS.

As casas serão construídas nos municípios de Agricolândia, Barras, Joaquim Pires, União e Teresina. Será …